quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Porque a vida dela é um conto de fadas...




Ela  vive em um conto de fadas dentro do mundinho real dela...
Onde não há espaço para gelidez, acidez e azedume.
A insipidez... ela deixa para aqueles que não se permitem, que não mergulham, que não sabem voar...
...Para os que se contentam com uma vidinha mediana.
No mundo dela só cabem os agradáveis e audaciosos...
...Os que se entregam por inteiro...
...Os que têm inerente à alma a simpatia...
...Os que são essencialmente açucarados...
Porque  ela é composta absolutamente de mel.

Mayara Harine







quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PARA O PALADAR APURADO DELE... ELA!


  
Exercitar a temperança, encontrar o ponto exato do doce ou do salgado 
é tarefa difícil...
E ELA comumente exagera no açúcar, no sal ou na pimenta.
Não consegue achar o meio termo em sentir, em dividir seus sentidos ao meio 
e nem deseja que seja assim!
 Querem saber? ELA gosta mesmo é de ser o prato principal...a própria refeição...
dessas perfeitas, completas, 3 em 1 (entrada, jantar e sobremesa).
ELA é dessas mulheres que tem a audácia de se entregar inteirinha de bandeja... 
Mas, somente para ELE*
Pois é ELE que tem apetite voraz... 
e não SE contenta com petiscos comuns... 
não se acostuma com o trivial...
O arroz com feijão insosso de todo dia não LHE compraz.
Amostras grátis e tira-gostos, não, Não, Senhores!
ELE quer sermpre mais,
...ELE quer sempre ELA!
Porque é ELA que oferece a ELE as bebidas mais exóticas..
um tanto quanto adocicadas e com um "Q" picante no final...
É ELA que oferece a ELE uma vida feliz, embora não calma...
.
 
É ELA seu amor tenro, sua libido, seu delicioso perigo...
ELA é o frio na barriga e emoções permanentes!
É ELA a paixão lasciva, ardente!
ELE é um homem com paladar apurado e tem fome... muita fome DELA!
SEU gosto é incomum e também pudera...
ELA não é para qualquer um....
e ELE pertence só a ELA!

Mayara Harine




terça-feira, 27 de setembro de 2011

Dia da Doçura - São Cosme e São Damião


"Fica sempre um pouco de perfume 
Nas mãos que oferecem rosas, 
Nas mãos que sabem ser generosas...
Dai o pouco que se tem a quem tem menos ainda
Enriquece o doador
Faz su'alma ainda mais linda
 Dai ao próximo alegria
Parece coisa tão singela
Aos olhos de Deus porém,
É das artes a mais bela."
 

Hoje mais do que nunca é dia de celebrar esses dois anjos de luz que se tornaram a personificação da doçura e gentileza.
Mitos e verdades à parte, comemora-se hoje o dia de São Cosme e São Damião.
Quem que quando criança não correu atrás dos maravilhosos saquinhos de doces???
O dia de hoje me lembra infância, ingenuidade, pureza, caridade!
Atribuo a esta data todo Maná de coisas boas. Para mim é isto que esse dia representa!
Aproveitamos o "hoje"  para enxer o reservatório do nosso coração e da alma de 
docilezas = doçura + gentileza! 
... Requisitos meramente importantes, mas que estão em falta no mercado!
Que aprendamos com esses Bem-aventurados anjos/santos  a sermos puramente doação!!!

Mayara Harine

Onde o amor é sobressalente...



Aqui, exatamente aqui é onde o desejo habita...
Onde o insano grita...
O santo clama...
E o pagão suplica!

Aqui é onde se finca o cetro do ágape,
Onde o divino e o profano se deleitam dos mesmos prazeres,
Onde a luxúria não é sucumbida...
...Esse desejo libidinoso por amar.

Aqui é onde o amor é emanado de todas as formas
E o sentir é pré-requisito tal qual a Lei de Talião do Código de Hamurabi
_Sentir por sentir_ e pronto!
E não há retaliação senão esta!

Aqui é onde a conjuntura do rubor dos desejos e da necessidade do enlace se misturam...
Onde o âmago do amor é sobressalente apesar de!

(Mayara Harine)






sexta-feira, 23 de setembro de 2011

TORNO-ME TUA...





Quando tua língua em brasas
percorre minha pele de sol
Eu me torno lua...
nua,
crua,
absolutamente TUA!

Envolta pelo teu dedilhar...
Sou teu desejo...
Teu ensejo...
Tua cobiça...
Teu elixir...
Teu manjar

Sou apelo dos teus anseios
Quando com teus dedos me rastreias...
Me passeias...
Me norteias...
Me faz abrolhar.

(Mayara Harine)

.
.
.



Ando tão à flor da pele
Que a minha pele
Tem o fogo
Do juízo final.


(Zeca Baleiro) 

 
       
 



quinta-feira, 22 de setembro de 2011

ALMA DE TOPLESS...


"Levitar dos colibris, graciosamente breve... 
Como pode tão feliz? 
Censurar ninguém se atreve."

(Jorge Vercillo) 



Ultimamente minha alma têm permanecido leve como uma pluma... ou como dizem 
"de topless".
Tenho tido alegrias infindáveis e ilimitadas.
Talvez eu deva atribuir essa felicidade à aurora da primavera... Essa estação enigmática e incandescente que sai florindo não apenas os campos e bosques, mas os corações e a vida das pessoas.
Atribuo ainda a todas aquelas frasesinhas incríveis que as pessoas costumam dizer quando a nossa vida parece estar de cabeça para baixo:
  "VAI DAR TUDO CERTO."
"VOCÊ IRÁ CONSEGUIR."
"APOSTE EM SI MESMA."
 É meus caros, muita gente não dá importância, mas essas pequenas orações rendem porções mágicas!
Por isso, faço uma ressalva...
O MUNDO É DA COR QUE A GENTE PINTA!
O meu têm todas as cores do arco-íris e a oitava cor, a que chamo de FANTASIA!
Que cor têm o seu?


SORRIAM... GARGALHEM... CELEBREM A VIDA!

(Mayara Harine)














quarta-feira, 21 de setembro de 2011

♫ A Idade do Céu...



Não somos mais
Que uma gota de luz
Uma estrela que cai
Uma fagulha tão só
Na idade do céu...

Não somos o
Que queríamos ser
Somos um breve pulsar
Em um silêncio antigo
Com a idade do céu...

 Calma!
Tudo está em calma
Deixe que o beijo dure
Deixe que o tempo cure

 Deixe que a alma
Tenha a mesma idade
Que a idade do céu...  ♫

(Zélia Duncan)


DEIXEM QUE A ALMA TENHA A MESMA IDADE QUE A IDADE DO CÉU!!!



terça-feira, 20 de setembro de 2011

Com seu toque faço-me música...



Sou aquela tocada pelos teus dedos,
E a que tu ouves cantarolar...
Sou sem notas e partituras...
...Sou violão...
E com meu corpo canto-te, componho-me e me faço musicar
Com teus dedos despertas os sons mais harmônicos...
Um suspirar, um consentir...
E a melodia dos acordes torna-se o teu lar, o meu dar, o nosso repartir.

(Mayara Harine)



segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Do que encontrei em você...



O problema é que encontrei, nos seus olhos, o meu lar.
O problema é que eu, sem-teto em busca de colchão macio e cobertor pra me aquecer o sonho,encontrei o meu canto.
Meu canto é você. Meu lar é você.
Meu quarto com luz solar desmaiada por cortinas brancas e com cheiro de uma flor
qualquer que eu sei que gosto, mas não imagino o nome, é você.
Minha mesa posta no fim do dia com café com leite, pão quentinho e manteiga
nem congelada e nem mole de pingar, é você.
Meu jantar na cama e meu doce de leite lambido na colher e minha coca-cola na madrugada é você.
Você tem cheiro de manhã de chuva depois de uma noite enchendo a cara de alegria ao som de música em forma de suor.
Você tem cheiro de travesseiro com penas de gansos albinos do sul da Finlândia.
Você tem cheiro de toalha felpuda. 

Você tem cheiro de abraço de polvo. 
Você tem cheiro de sorriso de bom dia e beijo com gosto de pasta de dente.
Você, à distancia, é o conforto da chegada.
Você, de perto, é a alegria da chave girando e abrindo a porta.
Você, do alto, é telhado laranja e chaminé de desenho animado.
Você, de baixo, é o porto seguro contra os trovões do lado de fora.
O problema é que encontrei, nos seus olhos, a casa que eu sonhei.
O problema é que encontrei, nos seus olhos, as janelas que sempre procurei.
O problema é que encontrei nos seus olhos, a cor exata das paredes da sala e
os tapetes macios e o sofá branco em semicírculo que sempre acreditei que,
um dia, ia ter só pra mim.
Você tem gosto de casa própria com registro no cartório.
Você tem gosto de quadros coloridos pendurados no banheiro.
Você tem gosto de riso de criança ao longe em tarde calorenta de domingo.
Você tem gosto de samambaia na varanda e carro simples na garagem e passagens marcadas para férias em Paris.
O problema, darling, é que encontrei, nos seus olhos, o meu lar.
.
..
In Coisas de amor Largadas na Noite, A. Gonçalves



 Porque o amor têm sempre a mania de colorir os dias, as pessoas e dá vida a tudo que aparentemente parecia mórbido!

Ótimo dia aos que por aqui passarem!

(Mayara Harine)
.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Minidicionário das Pequenas Grandes Coisas...




Mulher:

1. fábrica de gente; 
2. motivo da existência dos poetas;  
3. melhor amiga dos sapatos;     
4. indivíduo portador do sexto, do sétimo e do oitavo sentidos; 
5. antônimo de fragilidade; 
6. pequeno animal que se alimenta de sonhos; 
7. melhor abrigo contra tempestades;  
8. segundo a ciência, prova inequívoca da existência de um ser superior; 
9. sinônimo de porto seguro;  
10. o outro nome de alicerce; 
11. maior ídolo das flores;  
12. enigma que anda;  
13. astro celeste que emite luz;  
14. corporação internacional que domina o mundo, criada a partir de uma costela;  
15. sorriso cercado de admiração por todos os lados;  
16. inimiga mortal das bielas e rebimbocas;  
17. inspiração de Graham Bell na invenção do telefone;  
18. tribo caracterizada por pintar a boca de vermelho, camuflar freqüentemente os cabelos e guerrear valentemente sobre altos saltos;   
19. talento na forma humana;  
20. a mais adorável das coisas que ninguém entende.

(Ex.: “Não é que eu seja menor, amor. É que você é mais, é que você é sonho, é que você é gesto, é que você é cor, é que você é pluma, é que você é céu. É que você é mulher, e isso basta para que seja mais.”)



(In Coisas de amor Largadas na Noite, A. Gonçalves)




Doce fim de semana a todos!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Do que falam os meus olhos...

 
Os meus olhos falam de poesia, de amor, do que é dócil, da transparência do meu ser
Falam dos risos incontidos que trago todos os dias e das lágrimas que porventura caem
Falam sinceramente, abertamente, inteiramente
Do que fui, do que sou, do que serei
Falam com brilho da felicidade que sinto 

E da paz que carrego dentro de mim
Os meus olhos falam dos lugares que eu já estive
Dos momentos que eu já vivi e ficaram nele marcados
Revelam meus segredos e meus medos
Minhas ambições e sonhos
Por hora os raios do sol, ou o brilho das estrelas
Por hora falam de saudade
E da solidariedade subjetiva que me é inerente
Conseguem "fuzilar" o que eu nao gosto e abomino
Conseguem conquistar pessoas e corações
Se queres me entender, olhem no fundo dos meus olhos...
Mas, cuidado! Eles não me definem completamente.
É impossível me definir apenas com o olhar
Porque "eu sou AMOR da cabeça aos pés".

(Mayara Harine)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Do que me compraz...



Verdade, brilho nos olhos, sorrisos belos (de alma), pessoas do bem.
Me indigna ver a hipocrisia e pessoas sustentando máscaras para parecerem mais originais, para se sentirem aceitas.
Ousadia é a chave do meu cadeado, bem como carisma, lealdade, tolerância e, acima de tudo, respeito, consideração e criatividade.
Conceitos meramente In-su-bs-ti-tu-í-veis para mim!


"Hipocrisia, dá licença que minha autenticidade vai passar."

   (Mayara Harine)

terça-feira, 13 de setembro de 2011

URGÊNCIAS...


Estimo esse viver tão feito de agoras
O existir sem demoras
...Essa procura pelo é das coisas...
E só se é no já, no pronto, no hoje, no agora.
Ser tem pressa!
E para ser, para fazer acontecer é necessário  sonhar, permitir-se voar.
Há uma fábula chamada mundo de coisas boas... plenas, sutis, suaves e tenras...
...Uma aglutinação de gustações, emoções e sensações...
A vida é esse rebuliço, o amor meu epicentro!


 Têm sido tãoooo bom viver!!!

(Mayara Harine)









sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Das palavras que precisam ser ditas a ele...


video

                         
Acordar ao seu lado, esse eterno amanhecer por dentro, um sol interno tão aceso, essa alegria gratuita.
E existe algo em nós que é tão recíproco, cúmplice e intenso.

Da compreensão e paciência a que nos dedicamos diariamente.
E o amor que permeia tanta poesia, e a poesia que se entrega inteira para as palavras que querem dizer do abraço.

Você me conduzindo à fonte de todas as coisas, lá onde o desejo se origina.
Cada vez mais e mais eu preciso dizer do amor.
Dessa ternura delicada.
Cada vez mais o amor sendo a melhor experiência.
Cada vez mais eu percebendo que se nada no mundo é definitivo, nossa história, eu sei, perene.

E mesmo que nada possa ser eterno, mesmo que o "pra sempre" não exista, eu sei que vou seguir te amando, pelo menos, pelos próximos 99 invernos.

E se ainda eu não consigo explicar você pra mim, eu simplesmente aceito e agradeço.

OBRIGADA POR ME AMAR!


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

FELICIDADE...




1. invólucro onde se guardam sorrisos;
2. momento em que os ponteiros do relógio decidem dançar valsa;
3. líquido viscoso que escorrega por entre os dedos;
4. pedaço de gente com cheiro de talco;
5. movimento espontâneo dos cantos da boca em direção às orelhas;
6. sobrenome do azul;
7. olodum dentro do peito;
8. conjunto de círculos concêntricos em rubro e branco para onde se atiram dardos em forma de coração;
9. roçar de pés por sob o cobertor em noites com temperatura inferior a 18 graus;
10. tia-avó da alegria;
11. erva da qual se faz um chá afrodisíaco;
12. movimento elíptico do Sol em torno do ser amado;
13. nome dado à gota salgada que despenca dos olhos em dia de festa;
14. sensação de se ter feito o que se deveria ter feito;
15. oitava cor do arco-íris;
16. retângulo onde se inserem flagrantes registrados em nitrato de prata;
17. desejo súbito de voar;
18. distúrbio psicológico que causa avalanche de gargalhadas;
19. silêncio que se segue à trovoada;
20. exibição permanente da arcada dentária sem motivos justificados aos olhos dos desprovidos de inocência.

(Ex.: “Vem, amor, me dá um beijo e me arranha as costas, que hoje eu quero sentir o gosto da felicidade.”)

In Coisas de amor Largadas na Noite, A. Gonçalves

terça-feira, 6 de setembro de 2011

TODAY IS THE DAY OF SEX!!!



Enlace...




Tornar do próprio caminho o corpo do outro a ser percorrido
e apreciado na minunciosidade das paisagens,
sem atalhos a serem encurtados,
um passear de mãos, em passos lentos... um dedilhar...
Coisa de pele e pêlos,
por entre sabores, texturas e cheiros
....O outro é sempre um mundo de descobertas a ser explorado,
e nós somos para outro um mundo a descobrir e desvendar.
Mistérios, enigmas, enlaces...
A busca pelo que nos leva ao êxtase, ao ápice.

(Mayara Harine)





DAY OF SEX... HUMM AI QUE DELÍCIA!!!
Como diria Marisa... 
"Deixe a sua natureza se manifestar."








Há quem duvide, mas AMO todo mundo!
Alguns eu amo ter por perto, outros eu amo evitar, outros eu amo bem longe de mim...
E tem aqueles que eu amaria nem ter conhecido.

(Autor Desconhecido)

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Em algum lugar além do arco-íris


"Em algum lugar além do arco-íris,
Bem lá no alto
E os sonhos que você sonhou
Uma vez em um conto de ninar

Em algum lugar além do arco-íris,
Pássaros azuis voam
E os sonhos que você sonhou
Sonhos realmente se tornam realidade..."

Foles da minha vida...

 

Tô morando, trabalhando, estudando e amando. Esses são os quatro foles da minha vida, no momento, e sobre cada um deles eu teria milhares de páginas a preencher.  Sei lá, menina, tá tudo tão legal - e um legal tão batalhado, um legal merecido, de costas e pernas doendo, mas coração tranquilo. 
(Caio de Abreu)
 

Êxtase interno...

Sinto-me tão feliz.... Tenho tido momentos tão peculiares, ao lado de pessoas-anjos... 
Momentos bonitos de se ver sabe? Frasquinhos de purpurinas... 
Àqueles momentos mágicos que muitas vezes passam despercebidos... 
E porque não dizer desapercebidos? 
Sim, porque muitas vezes não paro, reparo e observo a magnitude de rara beleza que existe nesses míseros instantinhos que embora efêmeros, são também perenes.
Tenho andado com o gosto de nuvem em formato de algodão doce na boca...
Setembro, primavera, amigos, amores, alegrias... 
É... A vida têm dessas coisas...  
E a janelinha da minha alma está translúcida de sensações...
Um mix de "Tudo de bom"...
 Então, Tudo de bom para gente!!!! 

Mayara Harine


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

PRIMAVERA, SUA LINDA, SEJA BEM-VINDA!!!

Primavera já chegou florindo os corações...

Época de vestir o traje da alegria...
Fazer pirquenique...
Passear nos bosques...
Irradiar poesia...
Vestir a alma de azul, amarelo, laranja e cor-de-rosa...
Escancarar as portas para tudo que é áureo, divino, celeste!
Estação da fantasia, seja muito bem-vinda!!! 

Mayara Harine